Lembre-se

Comentar em alguma postagem não irá lhe custar mais do que alguns segundos. Não seja um sanguessuga - COMENTE nas postagens que apreciar!

Os links para download estão nos comentários de cada postagem.

Acesse: www.vandohalen.com.br

quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

Holy Dio: A Tribute to the Voice of Metal [1999]


Entre tantos tributos que pipocavam no mercado há alguns anos, aqui está um que merece toda atenção. Afinal de contas, não é todo dia que uma verdadeira constelação se junta para homenagear uma lenda. Para melhorar, o louvado em questão até então estava vivo, o que dignifica ainda mais a idéia, ao contrário de algumas coveiragens recentes. Outro ponto que colaborou com a consistência das versões foi o fato de bandas em sua integralidade se esmerarem nas gravações, ao contrário do catadão que ocorre normalmente nesse tipo de trabalho. Juntando todos esses predicados, podemos colocar Holy Dio entre os melhores exemplares do gênero.

Interessante notar que esse é um dos tributos onde os envolvidos menos fizeram alterações nos arranjos de um modo geral. Da mesma forma, o timbre inimitável da voz de Ronnie foi respeitado, embora nunca alcançado. Mas isso não impede que tenhamos ótimas reproduções entre as dezenove faixas reunidas. Lembrando que a clássica “Kill the King”, do Rainbow, música chave na criação do Metal Melódico como o conhecemos, aparece duas vezes. Com o Primal Fear da maneira como foi gravada em estúdio, no álbum Long Live Rock and Roll. Já o Stratovarius – com Timo Tolkki nos vocais – resgata a versão do ao vivo “On Stage”.



No primeiro CD, destaque inevitável para a musa Doro Pesch, que trata com respeito a clássica “Egypt (The Chains Are On)” – e as vozes sussurradas no refrão são algo digno de nota. Assim como o já citado Primal Fear, o Jag Panzer e o Fates Warning não inventam muito em “Children of the Sea” e “Sign of the Southern Cross”, respectivamente. O Gamma Ray injeta toda sua energia em “Long Live Rock and Roll”, enquanto Yngwie Malmsteen solta os bichos (e os bululus) na histórica “Gates of Babylon”, em uma versão que contém JSS! Não é à toa que, junto de Doro, temos aqui os melhores vocais do play.

A segunda bolachinha mantém o alto nível, com a correta versão para “Man On the Silver Mountain”, protagonizada pelo Hammerfall. Além disso, temos os dois maiores Xerox de Dio nessa parte da obra. Primeiro com Mike Tirelli, do Holy Mother, em “Holy Diver”. Depois, com Robert Lowe, do Solitude Aeturnus (também atualmente no Candlemass) em “Shame on the Night”. Dois momentos que fazem o ouvinte menos atento pensar que o próprio baixinho assumiu o microfone. Para encerrar, o Angel Dust faz uma lindíssima releitura para “Temple of the King”, em um dos momentos mais sublimes do álbum.



CD 1

01. Don’t Talk to Strangers (Blind Guardian)
02. Kill the King (Primal Fear)
03. Egypt (Doro)
04. Children of the Sea (Jag Panzer)
05. Sign of the Southern Cross (Fates Warning)
06. Rainbow Eyes (Catch the Rainbow)
07. Long Live Rock and Roll (Gamma Ray)
08. Country Girl (Swäno/Tägtgren)
09. Gates of Babylon (Yngwie Malmsteen feat. Jeff Scott Soto)

CD 2

01. We Rock (Grave Digger)
02. Man on the Silver Mountain (Hammerfall)
03. Holy Diver (Holy Mother)
04. Kill the King (Stratovarius)
05. Still I’m Sad (Axel Rudi Pell)
06. Heaven and Hell (Enola Gay)
07. Neon Knights (Steel Prophet)
08. Shame on the Night (Solitude Aeturnus)
09. The Last in Line (Destiny’s End)
10. Temple of the King (Angel Dust)

Link nos comentários
Link on the comments


JAY

10 comentários:

Anônimo disse...

Holy Dio: A Tribute to the Voice of Metal [1999]

91 MB
128 kbps

http://www.mediafire.com/?aaqpnt71daytyyz

kadin ;] disse...

Eterno!

Anônimo disse...

Dio ETERNOO!

alex.9m disse...

DIO FOREVER!

Anônimo disse...

Esse disco é muito bom, Recomendadíssimo!!

Ito disse...

Dio rulz!!! Vlw.

Ricardo Brovin disse...

Long Live DIO!!!!!!

jesusbiblio disse...

Junto com o tributo ao Alice Cooper esse é para mim o melhor, grandes bandas,um repertório muito bem escolhido e ótimas versões (tendo em vista a responsabilidade que é trabalhar com musicas que ja são tão perfeitas).. Valeu !!

jantchc disse...

é o melhor disco tributo q eu ja ouvi..

gostei muito de TODAS as versões que eu ouvi..

otimo cd..

JORJAOFONSECA disse...

Belo post, esse tributo é muito bom mesmo, melhor do que o do Manowar, na minha opinião.Dio rules!!!