Lembre-se

Comentar em alguma postagem não irá lhe custar mais do que alguns segundos. Não seja um sanguessuga - COMENTE nas postagens que apreciar!

Os links para download estão nos comentários de cada postagem.

Acesse: www.vandohalen.com.br

quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

Primal Fear - Seven Seals [2005]


Desde o seu início, o Primal Fear sempre se mostrou um passo a frente em relação aos outros adeptos do Power Metal. Praticando um estilo mais massacrante e pesado do que o convencional, o grupo se sobressai por ser liderado pelos experientes Ralf Scheepers (vocal) e Mat Sinner (baixo), que estão na cena registrando trabalhos de respeito desde a década de 80. Porém, a grande paixão de um desses integrantes pelo Judas Priest sempre fez com que faltasse um algo a mais, ou melhor, o fator essencial: autenticidade.

Ralf Scheepers nunca negou que sua maior influência é o Judas Priest - sua banda favorita e que por algum tempo almejou fazer parte. Essa admiração pelos Metal Gods sempre foi tanta, que Scheepers parecia querer apenas prestar uma homenagem, tamanha a maneira similar que caminhava com suas linhas vocais, timbres, agudos, etc. Se passaram mais de duas décadas de atividade, e eis que Scheepers procurou recorrer à sua identidade, e por conseguinte levou o restante da banda a definir um estilo próprio, fato determinante para fazer de Seven Seals o maior marco da discografia deste ícone do Power Metal 90's.

Digibook version (inclui dois bônus - versão desta postagem)

Os trabalhos anteriores sempre demonstraram um estilo esmagador, poucas aberturas melódicas e multicamadas vocais. Seven Seals, no entanto, iniciou uma nova abordagem do Power Metal: o trabalho vocal, desde a entonação até as linhas, soa mais eufônico - embora a influência de Halford continue imaculada; o consistente trabalho de guitarras soma harmonias melodiosas ao peso; a cozinha não mudou tanto, fazendo a mesma base sólida dos trabalhos anteriores; e, por fim, o diferencial das inserções de teclados muito bem encaixadas, realçando algumas passagens e as tornando mais memoráveis.

Neste sexto álbum de estúdio, o conjunto não usa as influências pra derivar suas músicas e faz algo distinto, mas mantendo intacta a força de suas composições. O que fica evidente em "Demons and Angels", onde todos os predicados citados até agora convergem de forma marcante, transformando essa composição em uma das melhores do estilo e, naturalmente, do Primal Fear. A intensidade é mantida na tradicional "Roller Coaster" que é seguida pela faixa-título, onde é apresentada outra característica nova neste disco, que são os leves toques progressivos junto às passagens profundamente emotivas.


Os teclados soam estranhos aqui no vídeo. Os efeitos também. E a gravação pior ainda. Malditos mp3! Vão comprar CDs, seus conformistas!

Enquanto "Evil Spell" remonta a crueza destroçante dos trabalhos anteriores, a cadenciada e introspectiva "Diabolus" revela a atual faceta do conjunto; os teclados surgem com destaque e, juntamente com as prazerosas melodias, cria uma atmosfera intensa, que fica ainda mais instigante devido a permutação da agressividade pelo progressivo. E o que torna a audição ainda mais interessante, principalmente se tratando de um disco de Heavy/Power Metal, é a dosagem de passagens rápidas, cadenciadas e lentas, e a mistura de agressividade com momentos mais sentimentais, o que dá um dinamismo muito raro de encontrar nesse estilo. Finalizando o disco, tem-se a síntese disso; impetuosidade ("Carniwar"), velocidade - dosada - ("Question of Honour") e emotividade ("In Memory").

Evolução, talento e desenvolvimento de uma cara própria constituem a fórmula de Seven Seals, uma das principais apoteoses do Metal nos anos 2000. Vale lembrar que os alemães aterrissarão em breve no Brasil, e com a melhor formação de sua carreira, pois além dos já consagrados Mat Sinner e Ralf Scheepers, o grupo agora conta com dois dos maiores nomes do Power Metal atual nas guitarras: Magnus Karlsson (Midnight Sun) e Alexander Beyrodt (Silent Force). Entretanto, pra felicidade ser plena, ainda falta enxugar o setlist que fechou o ano passado (só duas do Seven Seals é brincadeira!).

01-Demons And Angels
02-Roller Coaster
03-Seven Seals
04-Evil Spell
05-The Immortal Ones
06-Diabolus
07-All For One
08-Carniwar
09-Question Of Honour
10-In Memory
11-The Union (Bonus)
12-Higher Power (Bonus)

Ralf Scheepers - vocal
Stefan Leibing - guitars/keyboards
Tom Naumann - guitars
Mat Sinner - bass/backing vocal
Randy Black - drums

additional musician:
Matz Ulmer - keyboards, string arrangements

(Links nos comentários - links on the comments)

Dragztripztar

Da esq. para dir.: Mat Sinner, Randy Black, Ralf Scheepers, Stefan Leibing & Tom Naumann

7 comentários:

Anônimo disse...

http://www.mediafire.com/?tn33ropqjijtdbs

Anônimo disse...

Primal Fear é ótimo, to afimzão de ir no show!

jantchc disse...

gosto pra caramba desta banda, mas só dos ultimos 3 albuns pra ca..

o resto eu acho meio generico..

Anônimo disse...

Grande post DRAGZTRIPZTAR, ja tenho tudo do Primal Fear, simplesmente ótimo, e pra quem gosta do estilo indico o CD ou melhor ainda o DVD do Tribuzy-Execution, varios artistas participando, inclusive o Ralf Scheepers(vocal Primal Fear), parabens e abraço do tiozão CHOPÃO.

Anônimo disse...

CHOPÃO de novo esqueci de comentar que o Mat Sinner, tbm participa do Tribuzy-Execution.

Petrick Tony disse...

Maravilhoso!
Essa banda é foda!
Todos os albuns são muito bons!
Excelente download!
Parabéns Combe!

EJ disse...

Excelente postagem!