Lembre-se

Comentar em alguma postagem não irá lhe custar mais do que alguns segundos. Não seja um sanguessuga - COMENTE nas postagens que apreciar!

Os links para download estão nos comentários de cada postagem.

Acesse: www.vandohalen.com.br

quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

Roberto Carlos - Em Ritmo de Aventura [1967]


Sim, sei que este post será polêmico, mas antes de qualquer coisa, abram suas mentes, pois antes de ser esse cantor de baladas bregas, Roberto Carlos Braga, ou simplesmente Roberto Carlos, junto com seu parceiro Erasmo Carlos, foi um dos grandes responsáveis pela explosão do rock através da jovem guarda aqui no país. Principal representante deste movimento, eis que no início de sua carreira investe maciçamente no rock n' roll, e assim acaba por popularizar o estilo em terras tupiniquins.

Iniciando sua carreira na segunda metade dos anos 50, ao se mudar da pequena Cachoeiro do Itapemirim para Niterói, ele entra em contato com o rock, ao ouvir artistas como Elvis Presley, Bill Haley e Little Richard, onde ele acaba por se apaixonar pelo estilo. Conhece Tim Maia, com o qual acaba por formar o grupo vocal The Sputniks, onde ele conhece um fã de Elvis e que se tornaria seu parceiro musical, Erasmo Carlos. Mas sua carreira teve o pontapé inicial quando Carlos Imperial a se apresentar no programa "Clube do Rock", onde começou realmente sua bem sucedida carreira.



E durante os anos 60 ele explodiu e reinou absoluto, cravando sucesso atrás de sucesso, a cada dia com a popularidade em alta. Para se aproveitar disso, em 1967 ele lança o filme "Roberto Carlos em ritmo de aventura", influenciado por filmes musicais que Elvis e Beatles fizeram nessa mesma época. E foi com a trilha sonora deste filme que ele jogou a pá de cal em sua fase rock e se tornaria o cantor de baladas que tocam em rádios de empregadas até os dias de hoje. E curiosamente, esse é o melhor disco de toda sua carreira, com equilíbrio perfeito entre todas as canções, desde rocks muitos legais de se ouvir, até baladas agradáveis.

E abrindo os trabalhos temos a conhecidíssima "Eu Sou Terrível", que era um resumo de tudo feito durante a jovem guarda, um rock bem simples, mas com refrães de fácil assimilação, feita para ser um grande sucesso. "Quando" é a canção mais legal de todo o registro na opinião deste que vos escreve, energética e com uma levada funkeada, porém que a torna uma música irresistível."Você não serve pra mim" e sua levada roqueira, na qual destaco a linha baixo, feita sem nenhuma economia, o que mostra que havia grandes músicos ao seu lado. E finalizando as canções nesta mesma linha, temos "O Sósia", que é um resumo de tudo que foi feito na jovem guarda, com canções divertidas e que contava histórias da juventude da época.



Mas como não poderia deixar de ser, temos as indefectíveis baladas, marcas registradas da carreira de Roberto. A de maior sucesso é a música que mais aparece nos dias da mãe e que qualquer um ouviu um milhão de vezes, "Como é grande o meu amor por você", que viria ser uma fórmula repetida em várias canções posteriores em sua carreira. Mas na minha opinião os destaques nesse quesito e merecem uma audição apreciativa são "De que vale tudo isso" e a belíssima "E por isso estou aqui", que mesmo com melodia e letra simples, é capaz de amolecer qualquer coração.

Sim, este é o disco definitivo da jovem guarda brasileira, que ainda contou com nomes de excelente nível como Os Incríveis e Fevers principalmente, que posteriormente aparecerão por aqui. E também considero o disco definitivo de Roberto Carlos, que nunca mais conseguiu gravar um disco tão agradável de seu ouvir como estes, virando um cantor exclusivamente de baladas românticas após este. E uma prova de que fora do meio a que estamos acostumados, há música de qualidade para quem não tem ouvidos preconceituosos. E sim, aqui postamos o que gostamos e que seja de qualidade.




01. Eu sou terrível
02. Como é grande o meu amor por você
03. Por isso corro demais
04. Você deixou alguém a esperar
05. De que vale tudo isso
06. Folhas de outono
07. Quando
08. É tempo de amar
09. Você não serve pra mim
10. E por isso estou aqui
11. O sósia
12. Só vou gostar de quem gosta de mim

Roberto Carlos - Vocais
José Provetti "Gato" - Guitarras
Antônio Wanderley - Teclados
Bruno Pascoal - Baixo
Dedé Marquez - Bateria
Raul de Souza - Trombone
Ernesto Neto - Saxofone
Maguinho - Trompetes


By Weschap Coverdale

57 comentários:

Anônimo disse...

http://www.multiupload.com/5I0SZZIT8X

Felipe José disse...

Excelente post!
Antes de criticar, todos deveriam ouvir; não é a toa que este homem vendeu mais discos de os Beatles e o Elvis na américa latina.
Muito bom Combe, sempre trazendo um conteudo diferente. E sempre de qualidad!

Ito disse...

????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????

Anônimo disse...

Cara eu não vou baixar isso nunca, mais apoio a intenção de trazer coisas diferentes pra combe.

Montoya_Rose disse...

Ótimo post.
Tava pensando esses dias em caçar alguma coisa do Roberto Carlos na sua época mais rock n' roll. Esse post veio na medida.
Parabéns a Combe, por sempre trazer conteúdo de qualidade.
Valeu!!!

caue disse...

huauhahuauhua

Eu achava q era o único com gosto musical "duvidoso" no meio, percebo q tem pessoas de mente mais aberta q aminha.
Há tempos eu procurava algumas musiquinhas mais "pegada" do Rei. Curto e não escondo, mas nem por isso saio gritando a todos.
Este é um bom post para quebrar preconceitos.

Baixá-lo-hei mais tarde, no conforto de meu lar.

Ansioso por + desses (Jerry Adriani seria uma boa tbm)

Vlw

Dragztripztar disse...

Mais de 50 anos molhando as calçolas das empregadas e patroas Brasil afora. Não é pra qualquer um não, véio. Só quem supera ele nesse aspecto é o Ronnie Von (que talvez nem tenha uma carreira igualmente longa).

Eu não curto nada da Jovem Guarda, mas também apoio a intenção de postar qualquer coisa que o motorista julgue ser de qualidade. É como eu já falei, se colocasse só a capa e o link do download seria questionável. Mas se a pessoa elabora um texto argumentativo pra qualificar o trabalho, é um ponto de vista, e se alguém quiser execrar que também se utilize de argumentos válidos e aceitáveis.

•Júnior• disse...

Réé, dei valores!

Lee Tavares disse...

Em primeiro lugar, o blog(muito bom por sinal) é teu e vc coloca o que quiser. A questão é a seguinte: ter mente aberta não é curtir Fresno, Roberto Carlos, Parangolé! Ter mente aberta é ouvir vários estilos mas que tenha qualidade. Stanley Jordan, Duofel, Cama de Gato, Biafra(canta pra cara$%|o), Esperanza Spalding, Richie Kotzen, etc.
Gosto não se discuti, mas qualidade sim!
Abçs!

Jay disse...

Só idiotas colocam Roberto Carlos e Fresno como sendo a mesma coisa. E aqui fala um cara que não gosta de nenhum dos dois. Aliás, só sendo muito burro para não ver que há mais de uma pessoa que faz o blog.

Criticar o blog por causa de uma postagem, sendo que aparecem aqui todo dia para sugar e não comentam nada quando gostam é bem coisa de imbecis. Por isso que eu lamento às vezes que meus colegas de Combe sejam adeptos dessa farsa maldita chamada liberdade de expressão. Criticou não vai pro ar, simples assim.

Weschap Coverdale disse...

E o pior, ok, o cara pode colocar até Roberto Carlos no mesmo nível (o que é ridículo e mostra a falta de conhecimento musical do sujeito), mas falar que Biafra está a frente é tenso! Mas ok, o gosto é seu amigão, e curta o que quiser.

Só espero que comente também quando gostar do post, pois nunca lhe vi aqui para elogiar qualquer outro, e olha que acompanho todos os comments, mesmo dos textos dos camaradas de blog.

Silver disse...

"Qualidade" é algo relativo, apesar de mais abrangente do que "gosto". Pra muita gente, basta ter guitarras pesadas numa música, que a mesma não tem qualidade. Algo que não tem qualidade na música, pra mim, se divide em dois pontos:

1) é algo que tenha sido pré-pronto, pré-produzido por empresários com a única intenção de vender;

2) é algo que não respeite nada em termos de harmonia musical, que permite infinitas variações - nesse caso, apenas iniciantes costumam fazê-lo.

Aposto que, se fossem os mesmos sons, mas de um gringo, muita gente estaria dando valor. Sua crítica não foi mais do que uma mera opinião pessoal - ou seja, caiu no campo do "gosto".

E aposto mais alto que você diz isso por conta de estereótipos, já que muita gente nem sabe dessa época da carreira do Roberto Carlos.

Mas, diante de tantas críticas que recebemos (a maioria sem fundamentos), agradeço por ter tecido a sua sem esconder quem é e por não ter inserido ofensas. Já que Internet tá virando terra de ninguém.

Um abraço!

Lee Tavares disse...

Pessoal, citei Fresno, R. Carlos, Parangolé pra demonstrar a diversidade entre eles, em nenhum momento coloquei no mesmo patamar.
Cada um entende como queira.
Esse é o meu ponto de vista, sem desrespeitar ninguém! Não sou dono da verdade.
Abçs!

Anônimo disse...

Roberto e Erasmo são precursores Rock no Brasil junto com uma turma da jovem-guarda e isso é incontestável. Mesmo após essa fase meio iê-iê-iê, Roberto lançou alguns discos muito bons. O problema começou quando ele fez o pacto com o demônio (a Globo, em um contrato vitalício) lá nos meados dos anos 70. Mas isso é outro papo. O importante é que, até esse disco, Roberto é puro Rock e Rock dos bons. Não vejo polêmica aqui. Se o nome Roberto Carlos e a capa do disco não estivessem expostos, garanto que teria mané que está criticando baixando, ouvindo e gostando muito.
Em um comentário foi citado Ronnie Von. Este sim também possui alguns excelentes álbuns e inclusive 2 psicodélicos (raros de achar) que pouca gente sabe que existe.
Galera que está acostumado a assistir MTV com a bunda colada no sofá tomando milk-shake e engordando com tudo do bom e do melhor ao seu redor: que tal deixar essa letargia e procurar saber das coisas, estudar, frequentar bibliotecas, sebos e etc? O mundo é bem maior que os video-games, celulares "da hora", modinhas passageiras e consumismo do "papai eu quero".
Em tempo: sinceramente, comparar Roberto Carlos no começo de sua carreira com Fresco e outras baixarias é pura ignorância. Que tal pesquisar um pouco mais ao invés de querer tudo fácil e de graça?
Em tempo 2: Silver, disse tudo...

AlBassPlayer
Curitiba

Elwood Blues disse...

Cara, antes de perder tempo postando Roberto Carlos nos anos 60, acho q vc deveria fazer uma reflexão sobre saber no que está inserido essa grande bobagem que foi a jovem guarda.
Se fosse um roqueiro de verdade, que leva a questão do rock ser um ritmo de protesto em primeiro lugar, saberia que a ditadura militar que tanto oprimiu a liberdade apoiada pelo rock financiava esse bando de imbecis da jovem guarda, em troca de fazerem músicas que não levassem a nenhum tipo de protexto, com o objetivo de jogar panos quentes nos movimentos de revolta, como o tropicalismo.
Esse tão defendido Roberto Carlos nos anos 60, foi nada mais do que um grande servidor da ditadura no objetivo de vender a idéia de alienação pretendida pelo governo militar junto a sociedade.
Você deveria ter vergonha de postar uma porcaria dessa num blog rock n' roll.

Silver disse...

Lee, o problema é que você expôs seu ponto de vista como uma verdade incontestável. Seu último comentário esclarece o mal-entendido gerado por, provavelmente, sua própria escrita anterior.

Se você considera que Roberto Carlos, com toda a importância que tem, não tem QUALIDADE... independentemente dos motivos, é um direito seu. Mas só lamento. Assim você deixa de aproveitar bons sons vindos dele e de semelhantes, além de renegar a influência que teve em outros artistas - afinal, como algo sem qualidade pode influenciar posteriores?

Um abraço!

Silver disse...

Já sobre Elwood Blues, eu dispenso comentários. Devo ser um roqueiro de mentira, porque não considero o Rock como ritmo de protesto em primeiro lugar. Considero como um gênero que agrada aos meus ouvidos, em primeiro lugar. Devem ter muitas bandas que você provavelmente gosta dentro do Rock e que nunca tiveram a mínima intenção de protestar.

Exemplo disso, dentro do meu gosto, é o Kiss. São uma empresa e tanto, nunca tiveram a intenção de protestar, e não gosto da pessoa Gene Simmons - tirando pelos seus méritos de ter conquistado o que queria através de seu suor. Mas as músicas agradam aos meus ouvidos. Elvis Presley é uma das figuras mais importantes do Rock e nunca teve o objetivo de protestar também. Não vou me extender, pois a lista é interminável.

Essa coisa de protesto tá meio ultrapassada pra ser julgada, pois a qualquer hora, qualquer um pode entrar em contradição. Já basta o Rage Against The Machine protestando contra o capitalismo mas enchendo o c* de dinheiro e consumindo tudo o que há de mais caro.

Marcello disse...

Somente um comentário, pois tudo que realmente presta ser lido já foi escrito acima.DUCAAAAAAAAA. Parabéns garoto, espero que mais pérolas da nossa música apareçam por aqui.

Anônimo disse...

Basta ler o livro proíbido do Roberto Carlos pra saber o lixo de artista que ele é. Só foi tentar o "rock" e a Jovem Guarda porque não foi aceito pelos artista da Bossa Nova. A hora que pode sair nunca mais gravou um rock sequer. E sim Silver, você é um rockeiro de mentira.

Jay disse...

O último Rock de protesto deve ter sido gravado pelo Bob Dylan há uns cinquenta anos. Só debilóides acham que o Rock ainda serve pra isso. Aqueles "pãnques" de butique de esquina que fazem músicas revoltadas contra o capitalismo e vivem da mesada do papai e da roupinha lavada e comidinha da mamãe. Aí é fácil ser rebelde.

Jay disse...

E eu me junto junto ao Silver. Somos roqueiros de mentira com muito orgulho! Agora dá licença que vamos ali tomar nossas biritas e compôr uma música sobre farrear e putaria, isso sim é Rock!

Lee Tavares disse...

Silver, antes de tudo eu agradeço a tua educação e respeito pelo meu ponto de vista, a reciprocidade é verdadeira.
Só pra finalizar esse assunto. Não quero que ninguém concorde com meu ponto de vista. Sou a favor da diversidade musical(jazz, rock, fusion, mpb, bossa nova, funk).
É aquilo que vc falou...qualidade é algo abstrato.
Infelizmente, pra mim o R.C. não tem um timbre agradável, as estruturas das composições eu não acho legal. Eu citei o Biafra(iniciou em coral, depois
foi para o rock progressivo, tá fazendo um trabalho com a orquestra de Niterói - estuda música realmente) como poderia citar o Flávio Venturini,
Boca Livre, etc. Quando a gnt toca um instrumento, a gnt vê o qto é suado vc ter bons resultados, nada mais valorizar o pessoal que se puxa.
Legal a iniciativa do site em diversificar. O R.C. eu deixo pra vc curtir, prefiro um John Coltrane, Marcus Miller, Marcos Valle, etc...rs!
Crítico de música tá cheio por aí...muitos deles nem sabem arpejar em tétrades maiores.

Sucesso pra Combe!

Weschap Coverdale disse...

E sim, eu tb sou um roqueiro de mentira. E o que eu não entendo é como eu sou um roqueiro de mentira e você ainda me dá ibope! Aliás, passa aqui todo dia para ter a informação dos roqueiros de mentira. Como aqui não ganhamos nada para isso, para vir um idiota punk de boutique protestar... Porque você não protestar por algo mais importante, que é o aumento exorbitante dos salários do congresso?

E outra sr. Elwood, se o sr é tão bom assim, porque não faz você um blog e tenta transmitir toda sua "sabedoria"
através do mesmo? E vou repetir as palavras do Jay, nesses últimos tempos, após alguns acontecimentos, acabo por concordar em gênero, número e grau com uma de suas afirmações: Esse negócio de liberdade de expressão é uma farsa maldita.

Ah quanto ao Ronnie Von, citado pelo AlBassPlayer, eu tenho esses discos, quem sabe mais a frente apareçam por aqui. O que aparecerá em breve será o Casa das Máquinas, que é muito bom também.

Jay e Silver, tô com vocês e não abro!

jantchc disse...

nossa, o clima ta bem tenso..

gosto da RC na epoca da jovem guarda, acho as musicas deles legalzinhas..

não ligo se ele gostava mesmo de rock ou não, o problema é dele..

Weschap Coverdale disse...

E ainda sobre esse negócio de roqueiro de mentira, me lembro das "sábias" palavras do Gene Simmons, quando questionado sobre o que realmente motiva os músicos:

"Eu odeio artistas que não gostam ou fogem da fama e do dinheiro. Se você não gosta de fama, saia do meio musical. Se você não gosta de dinheiro, assine um cheque para Gene Simmons"

Sim amigão, todo mundo tá atrás de dinheiro, como o citado R.A.T.M. pelo Silver, que paga de protesto, mas que não reclama do dinheiro que ganham e que posteriormente ainda participaram do Audioslave com a clara intenção de apenas fazer grana.

Anônimo disse...

E ai galera da Combe blz?esse post deu zica heim, tbm não curto mas vou baixar pra minha mãe que é fã do cara, não sei se vcs tem ai algo que gravei mas perdi do Robertinho de Recife tocando guitarra acompanhado de sua filha na voz e com orquestra, show muito bom alguem ai poderia arrumar?espero que vcs da Combe assimilem só as criticas que vão servir para deixar este Blog cada vez melhor doque já é, e as criticas imbecis sejam descartadas e o melhor é não dar atenção que é isso que os idiotas estão querendo e conseguindo abraços do tiozão CHOPÃO. TKS

Weschap Coverdale disse...

Chopão, você acha que levamos isso a sério man? Para nós isso é uma grande brincadeira, e nos divertimos muito com isso. Sabemos o vespeiro que mexemos e o quanto tem cabeça fechada nesse meio! Por isso só damos risada

Elwood Blues disse...

É, esqueci q esse blog agora só posta farofada inútil...Foi-se o tempo q tinha musica q prestava por aqui... até mais, mulecada!

Silver disse...

Motörhead, Edguy, Megadeth, Montrose, Red Hot Chili Peppers, Krux, Slayer, Screaming Trees, Silent Force, Candlemass, Grave Digger, The Derek Trucks Band, Bob Seger, Black Sabbath.

Todas postadas nessa semana.

Além de roqueiros dem entira, somos farofeiros que postam Slayer, Candlemass, Megadeth, Derek Trucks Band e MOTÖRHEAD. HAHAHAHAHAHAHAHA!

Weschap Coverdale disse...

Pois é Sr. Elwood. Sabe o que é mais engraçado? Foi que anteontem teve três posts de metal na sequencia, e o Sr. não comentou em nenhum deles. Seria isso uma fixação escondida pelo RC? Acho que sim hein!

Weschap Coverdale disse...

E nem vamos falar de The Derek Trucks Band, Bob Seger e Montrose, que isso deve ser muito pra sua cabeça fechada amigão!

Anônimo disse...

Rockeiro de mentira se apresentando tb!!!

AlBassPlayer
Curitiba

OBS: Tropicália tb é muito legal.

Anônimo disse...

Viva a FAROFA! ! ! Motley Crue, Poison, W.A.S.P., Ratt, Twisted Sister são vida!

mgtattoos disse...

Se tem algo que realmente destaco da combe é a diversidade. Sem diversidade o mundo seria bastante chato.
Nao sou fan de Roberto Carlos, mas morei muito tempo no Brasil (que saudade!) e lá pela decada dos 80 na radio rolava muito RC, Raul seixas, Erasmo Carlos. Deste último lembro um som que eu ia direto subir o volume do radio "vem quente que eu estou fervendo". Rock direto, sem voltas, sem frescura.
Nao é necessario uma gibson e um marshall no talo pra fazer Rock.
Sou amante do metal por sobre todas as coisas mas nada me impede ouvir, por exemplo, Nelson Goncalves (um genio).
Musica bem feita nao deveria ter rotulo.
Um grande abraco pro pessoal da combe.
Ah, este post tem mais comentarios que cualquer disco de metal. Parabens novamente.

caue disse...

Rockeiro de mentira???

Acho q me encaixo no perfil.

Pena q perdi toda a calorosa discussão na última noite, dessa gostaria de ter participado.

O bom é q nossos motoristas não se deixam influenciar por opiniões débeis e preconceituosas.
Continuem assim, levando tudo na brincadeira e mandando um grande FODA-SE pra tudo e todos.

Afinal, em minha humilde opinião, o Rock (q conheci em 80's) é essa putaria, diversão, cocotas e biritas.

Keep on Rockin' Combe!

Diogo disse...

Não sou nem um pouco fã das músicas do Roberto Carlos, mas também não sou contra elas e muito menos quem as escuta, cada um tem seu gosto e pronto. Esse post mostra a diversidade do blog não limitando-se apenas ao que a maioria gosta.

Anônimo disse...

Parabens pela postagem.

Weschap Coverdale disse...

Faço minha as palavras do refrão de uma famosa música do Twisted Sister:
"We're not gonna take it
No, we ain't gonna take it
We're not gonna take it anymore"

E para quem comentou, mesmo que criticando, obrigado pela audiência. Saiba que fazemos isso unicamente pensando na galera que está atrás de informação, independente se curtam ou não,e os seus comentários só nos animam mais a continuar sempre! ;-)

Braülio disse...

Excelente post!
Na melhor fase do Roberto Carlos \m/

Pedro Frasson disse...

Excelente post! Roberto Carlos nessa época enrabava todo mundo (literalmente). E enrabou até 1978, mais ou menos. Abs!

BraBus! disse...

Todos os dias eu entro aqui na Combe e conheço artistas bandas e discos nóvos algums caen no coraçao e outros eu nao gosto tanto mas fico muito triste quando vejo tantos comentarios negativos e criticas injustas e destrutivas a pessoas que deixam de estar estudando trabalhando namorando ou fazendo qualquer outa coisa para dedicar um pouquinho do seu tempo para postar materias para pessoas que eles nem conhecen.

muito obrigado galera da combe, por todos os posts inclussive por este que eu nao conhecia mas estou baixando agora!

Weschap Coverdale disse...

Brabus, fico feliz com seu reconhecimento. Isso mostra que vale a pena prosseguirmos com este trabalho, pois o que nos satisfaz é isso!

Natan Vieira disse...

Acho sempre divertido quando rola trollagem, esses dias vi uma bem legal na comu do M.R Big, o que mais me rancou gargalhadas foi quando o cara disse que deveriam tirar o baixista (tenso e hilário) e quanto ao robertão, eu dou risada dele e do Belchior cantando, as musicas são bonitas, mas voces tem que admitir que fanho cantando fica super engraçado XD
Mas brincadeiras a parte sou amante da musica dita "brega" afinal minha mae é uma empregada e comot al ouvia tudo isso, assim como Fernando Mendes, Odair José, Amado Batista( seu predileto) entre outros, e não da pra dizer amém a tudo que essa galera produziu mas negar sua importancia e qualidade em diversas ocasiões é absurdo, e o cara falou sobre uma escala la que nem ouvi falar e nem por isso deixo d fazer meu sonzinho, e independente do que os caras fizeram, essas teorias de apoio a ditadura eu nao to nem aí, o importante é o som afinal nós não vivemos essa época e hoje a galera que sobreviveu ta toda aí rica e feliz da vida, então curtam o som(ou não) e sejam felizes
parabéns a galera da combe pela mente aberta e pelas informações preciosas que passam para as pessoas àvidas por conhecimento e boa música na qual esse que vos fala se inclue
ps: Perdoem o comentário longo, não leiam se der preguiça XD

Gus disse...

desculpe, mas vou deixar passar!

Até a próxima!

BolaJunky disse...

Em primeiro lugar, Roberto Carlos não seria ninguém se não existisse um roqueiro de verdade chamado Erasmo Carlos, ele é quem sempre foi o "tremendão".
Em segundo lugar, o Roberto não produz um disco de qualidade há décadas, qual foi o último grande sucesso dele ? Detalhes ? pois é, o velho Dylan por exemplo e varios outros tios continuam produzindo sons novos até os dias de hoje e com qualidade, e não ficam apenas vivendo da nostalgia das canções antigas... Viva Erasmo ! ele é que sempre foi o cara e não o Roberto, que sempre foi o cara certinho que servia melhor para a mídia...

Rex Niskke disse...

a eu tbm nao sou la grande fã do roberto carlos nao mas gosto de algumas musicas,e tbm acho uma puta cretinice vir aqui e flar merda tds aqueles que simplismente nao gostao dele e por isso menospresao oq ue gostam,afinal cada um tem um gosto,e acho bestera discutir isso,ainda mais pq como ja foi dito a grande maioria desse que vem aqui reclamar sao cabeças fezadas que na grande maioria das vezes nunca se quer ouviram antes de vir flar merda ou que nao sabem nda de nda,como ja foi comprovado em alguns comentarios tremendamente estupidos aqui,mas enfim,vamos qo que interessa

parabens pelo post,e como ja foi dito mtas vezes antes desse meu comentario,pela grande diversidade que a combe oferece,e pricipalmente por só oforecerem oque julgam de qualidade e nao os que é modinha por ai,intao continuem assim e eu apouo a diversidade musical proposta aqui!!!! o/

BolaJunky disse...

ahhh, esqueci de dizer o principal...
E em terceiro lugar, quem tem um disco lançado esse ano com o nome de "Rock and Roll" é o velho Erasmo, ele continua sem se vender até os dias de hoje e continuará até morrer, nunca se rendeu a midia e nunca se venderá! admiro pessoas como ele que são fiela a suas convicções, se se entregar a ocilações de moda e mídia...
viva o movimento !!! viva o punk!!! hey ho lets go !!!

BolaJunky disse...

Muito bom o site ! gostaria de sugir a criação de um post sobre uma das grande referências da música de todos os tempos: "Django Reinhardt"
acredito que iria dar tanta polêmica quanto este...

Anônimo disse...

Obrigado a Combe por fazer minha mãe feliz com o esse post. Ela é fã do King Roberto, dos Pholhas, Abba e dessas bandas da época dela.
É a combe quebrando as barreiras e alcançando um publico diversificado, parabéns conseguiram mais uma fã pro blog.

Hairbanger disse...

so roberto carlos mesmo pra fazer a galera comentar...

Ito disse...

Bem, uma coisa a respeito do post não se discute, foi um dos que mais geraram comentarios mas penso que respeito e educação devem estar sempre juntos e o direito do autor do referido post de colocar RC é inalienável, quem não gostou, como eu por sinal, que nada diga ou no maximo deixe um comentario educado até mesmo para os blogueiros saibam se estão acertando na mão ou não ok.

Anônimo disse...

Acompanho o Combe desde o início. Se não me engano surgiu com o propósito de postar a farofa mesmo. Me tornei fã do blog por causa disso. De uns tempos pra cá é que as postagens se diversificaram. Atitude mais que louvável, se tornando um blog de MÚSICA boa.
Sendo um site de MÚSICA vem uns idiotas que querem dar uma de moralista e discutir política e coisa e tal. Que tal comentar sobre a música em si e deixar o moralismo hipócrita pra blogs especializados?
Realmente, concordo com o Jay; tem horas que liberdade de expressão vira libertinagem de expressão por causa de uns "espertos" que conheceram o Combe de relance, não sabe do que se trata e ainda vêm dar uma de intelectual do PT estudante calouro de universidade Federal. É uma merda mesmo!
Foda é ter que explicar pra esses manés que o blog é um site de divulgação e curtição feito por gente dedicada. Aliás, já que mané é mané e malandro é malandro (salve, Bezerra...) acho que malas como alguns aí não deveriam nem receber satisfações...
Um brinde ao r'n'r (com muito Jack Daniels e Cerveja)!!!

AlBassPlayer
Curitiba

Vinicius799 disse...

Sou um rocker mentiroso, pois tenho esse disco e outros do Roberto no meu Ipod há meses... música não tem fronteiras, tem qualidade! Aliás é muito difícil encontrar algo do Tremendão, Erasmo Carlos... a COmbe tem alguma carta na manga? Enquanto tiver UMA PESSOA pra fazer um comentário positivo, vai valer a pena... que sigam assim! Abs

Eduardo Paiva disse...

Na minha opinião, Rock N' Roll não é música para protesto. O Rock N' Roll é diversão, curtição, etc.
Agora, se uma pessoa procura crítica social, protesto, denúnicas com fins políticos e sociais no Rock, que na visão dessa pessoa ela considera a essência do Rock, respeitaremos sua opinião. Porém, falar que quem ouve Roberto Carlos é "Roqueiro Falso", que o RC estava a serviço da Ditadura Militar e que RC, Fresno e Parangolé estão no mesmo nível é pior ainda! É no mínimo ignorante.
Parabéns ao pessoal da Combe pelo site e principalmente pelo posicionamento adotado quanto as críticas recebidas e respondidas. O site, modestia parte, é fantástico e consegue atender todas as vertentes do Rock. Isso eu digo porque sou visitante diário e sei a variedade dos álbuns que são disponibilizados.
Por fim, deixo aqui o link de uma matéria a respeito do Roberto Carlos, que teve suas músicas proibidas pela DItadura MIlitar argentina, ok Elwood?

http://g1.globo.com/Noticias/Mundo/0,,MUL1255119-5602,00-DOCUMENTOS+REVELAM+CENSURA+A+ROBERTO+CARLOS+PELA+DITADURA+ARGENTINA.html

Ps: Devo ser também um roqueiro falso. Sou fanático por Guns N' Roses, Black Sabbath, Judas Priest,Poison, Slayer, Ratt, Metallica, Mötley Crüe, Sepultura, Cinderella, Megadeth, etc.

Anônimo disse...

So falta o erasmo carlos agora!!

priscamv2009 disse...

Não sei o que é pior: A voz do RC ou os comentários idiotas que apareceram.
O Rc pode não ter voz muito legal mais as musicas são muito lindas.
Valeu.

Anônimo disse...

Aqui tem um bando de muleke mesmo! Escutem a musica, as letras, é melhor que tudo que feito hj em dia. Dizem q é cafona, brega, dizem isso porque não sabem inglês e não entende as letras do Elvis e de todo resto!
Valew exelente