Lembre-se

Comentar em alguma postagem não irá lhe custar mais do que alguns segundos. Não seja um sanguessuga - COMENTE nas postagens que apreciar!

Os links para download estão nos comentários de cada postagem.

Acesse: www.vandohalen.com.br

quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

The Sins of thy Beloved - Lake of Sorrow [1998]


Sim, essa banda se encaixa exatamente no estilo que você deve estar pensando. The Sins of thy Beloved é um grupo norueguês de Gothic/Doom Metal, onde aqueles vocais guturais contrastam com sopranos femininos fazendo o chamado dueto "A Bela e a Fera". Porém, os clichês param por aí, o The Sins foi um dos grupos mais originais desse segmento e não inflige a cabeça e os ouvidos com um som meramente depressivo.

Lake of Sorrow, o debut dos noruegueses, é envolto numa atmosfera bem peculiar, porque além de ser pesado e extremo de certa maneira, apresenta músicas com climas românticos, ainda que acompanhado por uma lugubridade intensa. Logo na abertura do disco não tem como ficar indiferente ao ouvir os violinos de "My Love" e toda a atmosfera dessa música. O romantismo fúnebre provido das melodias é absurdamente tentador, principalmente as melodias emanadas do violino, que é sem dúvida o maior diferencial do TSOTB. E o mais curioso é que o violinista é um músico contratado! Pete Johansen é um dos grandes responsáveis pela peculiaridade do TSOTB em um estilo tão saturado e previsível. O som desse conjunto sem o violino teria um vazio imensurável.

Outro grande destaque é a música seguinte "The Kiss" que também traz o violinista Pete Johansen em mais uma atuação espantosa tamanha a criatividade e feeling que consegue transmitir, mas sem desmerecer os outros instrumentistas que são ótimos arranjadores, e muito dignos por terem notado a grande destreza desse músico e lhe dado grandes aberturas pra trabalhar e colocar amplamente suas partes de violino. "Until the Dark" apresenta apenas vocais femininos, e apesar da Anita Auglend não ser nenhuma grande vocalista, soube conduzir a música sozinha e com melodias muito bem acabadas fazendo o simples instrumental passar despercebido. E no meio da música, pra variar, surge outra aparição marcante do violino em um solo carregado de sentimento.



O disco todo caminha nessa linha, onde encontramos um grupo praticando um estilo clichê - e pra mim quase inaudível -, mas com ótimas idéias de composição e que consegue fazer um som muito agradável se apoderando de uma atmosfera única com o violino cortando o som da forma mais tocante possível, passagens sorrateiras de piano e um grande trabalho vocal da dupla Glenn e Anita.

Então, se você não tem a mente tão fechada, e mesmo não curtindo as bandas precursoras desse estilo, pode se tornar um admirador do trabalho dessa banda. Eu sou um exemplo disso, sempre detestei bandas com vocais femininos e ainda mais nessa linha gótica, mas encontrei essa banda que me fez mudar um pouco meus conceitos, apesar de continuar não vendo nada de extraordinário na maioria das bandas de Gothic/Doom.

O The Sins of thy Beloved lançou o segundo disco em 2000, e encerrou as atividades logo após o lançamento do dvd em 2001. Os membros alegaram cansaço em fazer shows, mas creio que se tivessem tido uma boa receptividade comercial eles suportariam os ossos do ofício. O importante é que conseguiram mostrar um grande potencial particular, e acho estranho essa banda ser pouco lembrada e ter a apatia do público à que se destinam.



01 - My Love
02 - The Kiss
03 - Worthy of You
04 - Lake of Sorrow
05 - Until the Dark
06 - All Alone
07 - Silent Pain

Anita Auglend - Vocals
Glenn Morten Nordbø - Guitar/Vocals
Arild Christensen - Guitar/Backing Vocals
Ola Aarrestad - Bass
Stig Johansen - Drums
Anders Thue - Keyboards
Ingfrid Stensland - Piano/Keyboards

Session member:
Pete Johansen - Violin

(Links nos comentários - links on the comments)

Dragztripztar

4 comentários:

Anônimo disse...

http://www.mediafire.com/?4vyabih2yzdd7g9

fabio appetite disse...

caralho!! muito foda este cd !!
me lembro de ter comprado em uma lojinha que vendia cds piratas aqui na minha cidade , em 2001 ou 2002
e me amarrei na banda

nunca pensei que veria este cd aqui na combe

ótimo post!!

a proprósito ainda tenho minha cópia pirata rsrsrs

Emerson disse...

hum, não sou muito fã desse gênero mas gostei das faixas que postaram para audição... baixando pra ouvir o resto

Anônimo disse...

Obrigado por intiresnuyu iformatsiyu