Lembre-se

Comentar em alguma postagem não irá lhe custar mais do que alguns segundos. Não seja um sanguessuga - COMENTE nas postagens que apreciar!

Os links para download estão nos comentários de cada postagem.

Acesse: www.vandohalen.com.br

quinta-feira, 17 de março de 2011

Domine – Dragonlord (Tales of the Noble Steel) [2000]


Enquanto várias bandas da cena Power Metal italiana ditam seus caminhos através das influências sinfônicas, o Domine segue um caminho inverso. A música clássica faz parte do cardápio também. Mas a prioridade vai para o lado pesado, fazendo com que as orquestrações atuem como um complemento do som, produzindo uma atmosfera bem mais agressiva em comparação com seus compatriotas. Portanto, os headbangers mais convictos podem conferir o trabalho do quinteto sem medo de embarcar em alguma massaroca sonora que alguns exemplares do gênero produzem muitas vezes.

Apesar de existir desde 1983, Dragonlord (Tales of the Noble Steel) foi apenas o segundo álbum da carreira da banda. Com letras baseadas na saga de Elric of Melniboné, criada pelo escritor Michael Moorcock, o play é um verdadeiro deleite para os admiradores do estilo. Atestando a qualidade da obra, os resultados vieram na prática. Trata-se do disco mais vendido da história do grupo até hoje. A boa repercussão fez com que fossem convidados para atração de abertura em turnês de bandas como Anvil, Riot e Agent Steel, além de participar dos mais importantes festivais do verão europeu naquele ano.



O grande destaque fica por conta de Adolfo Morbiducci, o popular Morby, figura tradicional da cena Heavy do país da bota. O vocalista consegue alcançar os agudos sem parecer uma broca de dentista no cio, como certos colegas de profissão – alguns até mais famosos. Entre as faixas, vale citar as porradas de “Thunderstorm” (típico hino de arena), “Blood Brothers' Fight” e “Defenders”, assim como a trabalhada “Last of the Dragonlords”. Encerrando, a épica “The Battle For The Great Silver Sword”, com seus treze minutos divididos em sete partes. Méritos totais para os músicos, que conseguiram criar uma música longa e envolvente, que não cansa em nenhum momento.

A Itália pode até possuir bandas mais conhecidas nessa mesma proposta. Mas o Domine é, com certeza, uma das melhores. Erga sua espada, monte em seu dragão e parta para a batalha, brother!

Morby (vocals)
Enrico Paoli (guitars)
Riccardo Paoli (bass)
Riccardo Iacono (keyboards)
Minumo Palmiolla (drums)

01. Anthem (A Declaration Of War)
02. Thunderstorm
03. Last Of The Dragonlords (Lord Elric's Imperial March)
04. Blood Brothers' Fight
05. Defenders
06. Mars, Bringer Of War
07. Dragonlord (The Grand Master Of The Mightiest Beasts)
08. Uriel, The Flame Of The God
09. The Ship Of Lost Souls
10. The Battle For The Great Silver Sword

Link nos comentários
Link on the comments


JAY

6 comentários:

Anônimo disse...

Domine – Dragonlord (Tales of the Noble Steel) [2000]

79 MB
192 kbps

http://www.mediafire.com/?44va5wbhje87r71

Anônimo disse...

conferindo!

Anônimo disse...

Vamo lá conferí!!!!!parabéns pelo post!!!

Isaac disse...

Vamos conferir! Keep on Rockin'!

nicolasBianchi disse...

leitor novo do blog...
blog muito bom continue com o bom trabalho

jullecosta disse...

cara Domine é foda meu, e a faixa titulo é pura emoção,e sem falar em momentos épicos que faz lembrar o menowar dos bons tempo como no discaço hail to england ,belíssimo post,depois do rhapsody melhor banda italiana na minha opinião...