Lembre-se

Comentar em alguma postagem não irá lhe custar mais do que alguns segundos. Não seja um sanguessuga - COMENTE nas postagens que apreciar!

Os links para download estão nos comentários de cada postagem.

Acesse: www.vandohalen.com.br

quarta-feira, 9 de março de 2011

Gorky Park - Moscow Calling [1993]

As aberturas políticas e econômicas promovidas por Mikhail Gorbachev na segunda metade dos anos 80 colocaram a União Soviética em evidência nos quatro cantos do mundo. Ficou evidente que o sistema socialista em vigor na terra do Zangief precisava ser substituído – o que acabou acontecendo em 1989 com a queda do Muro de Berlim – e o que antes era ocultado por uma cortina de ferro, passaria a ser do conhecimento de todos os povos. E não é que existia Rock naquelas bandas? Hard Rock para ser exato.

O Gorky Park foi formado em 1987, mas só repercutiria dois anos mais tarde, depois de participar do memorável Moscow Music Peace Festival ao lado de feras como Bon Jovi, Cinderella, Mötley Crüe, Ozzy Osbourne, Scorpions e Skid Row. No mesmo ano, o grupo lançaria seu primeiro trabalho, que incluía os hits Bang, Try to Find Me, Peace in Our Time (assinada por Jon Bon Jovi e Richie Sambora) e My Generation (cover do The Who). Mas bastou a Rússia deixar de ser notícia para o barco dos camaradas começar a naufragar e o vocalista Nikolai Noskov pular fora.

Capa alternativa

Sobrou para o baixista Alexander “Big Sasha” Minkov assumir o microfone. Problema resolvido, o quarteto trouxe o norte-americano Fee Waybill (conhecido por seus trabalhos junto a Bryan Adams e Richard Marx) para produzir o então vindouro Gorky Park II. Este período marcou também o fim do vínculo do grupo com a Mercury Records e o início de um novo ciclo afiliado a BMG International. Lançado em 1993, Moscow Calling (não sei se o título é inspirado no clássico London Calling do The Clash) teve distribuição nos mercados norte-americano, europeu e russo e chegou perto de vender 1 milhão de cópias.

O apelido Def Leppard russo não surgiu à toa. A voz de Big Sasha é bem semelhante à de Joe Elliott. Musicalmente, Parque Gorki e Leopardo Surdo também são bem parecidos. Com uma referência dessas, não tem como não se deixar levar por sons festeiros como Moscow Calling, Politics of Love e Welcome to the Gorky Park, pelas baladas All Roads (que letra!), Stranger (melhor música do álbum) e Two Candles (quero ver tocar esta aqui no violão!) e até mesmo por aquelas que se destacam por sua peculiaridade, caso de Tomorrow, Strike e Tell Me Why. Vista seu saiote e plugue sua balalaika num Marshall valvulado. Gorky Park é farofa na vodca!

01. Moscow Calling
02. All Roads
03. Politics of Love
04. Tomorrow
05. Stranger
06. Volga Boatman
07. Strike
08. Welcome to the Gorky Park
09. Two Candles
10. I'm Going Down
11. City of Pain
12. Don't Pull the Trigger
13. Tell Me Why

Alexander “Big Sasha” Minkov – vocais, baixo
Alexey Belov – guitarra
Yan Yanenkov – guitarra
Alexander “Sasha” Lvov – bateria
LINK NOS COMENTÁRIOS LINK ON THE COMMENTS

@mvmeanstreet

3 comentários:

мєαиѕтяєєт disse...

http://www.mediafire.com/?k5uei4557ewkuk1

Weschap Coverdale disse...

E olha que eu estava pensando em postar um disco deles, só que o debut. Uma banda muito boa de fato e que estava sentindo falta por aqui.

Anônimo disse...

depois dessa grande resenha, estou baixando com expectativas