Lembre-se

Comentar em alguma postagem não irá lhe custar mais do que alguns segundos. Não seja um sanguessuga - COMENTE nas postagens que apreciar!

Os links para download estão nos comentários de cada postagem.

Acesse: www.vandohalen.com.br

segunda-feira, 4 de abril de 2011

The Beach Boys - Pet Sounds [1966]


Sem dúvida, na segunda metade dos anos 60 o mundo era dominado pela Beatlemania. Mas a partir de 1966, eles começaram a entrar em uma nova fase a partir do ótimo Rubber Soul, em que começaram a afundar o pé na psicodelia e gravavam álbuns cada vez mais experimentais, graças à influência da busca de sua espiritualidade e doses generosas de LSD, declarando assim o fim de sua fase adolescente do início de carreira. Mas influenciado por este trabalho, do outro lado do Atlântico, um outro ícone adolescente, Brian Wilson, se viu na obrigação de superar este trabalho.

Os Beach Boys já ostentavam um grande sucesso nos Estados Unidos. Até 1965, o grupo já tinha emplacado 16 músicas no top 40 americano, sendo que com "I Get Around" eles desbancaram os Beatles nas paradas. Mas Brian Wilson não estava satisfeito, e queria se tornar um músico de elite, daqueles que tinham algo mais a oferecer, como Dylan e Lennon. Após ouvir "Rubber Soul", ele descobriu que queria fazer um som tão perfeito quanto aquele e que consequentemente teria de rivalizar com os Beatles para conseguir isso. E para conseguir este objetivo, contou com a ajuda de Tony Asher, que até aquele momento era letristas de jingles em uma agência de publicidade.


Após dois meses trabalhando juntos, Brian contrata uma multidão de músicos de estúdio para a gravação de "Pet Sounds". Ao invés das famosas músicas simples em que se falava de surfar e garotas, agora os fãs se confrontariam com arranjos de cordas intricados, instrumentos de sopro e canções trabalhadas e sofisticadas, muito longe da simplicidade de outrora. Nesta altura do campeonato, Brian Wilson já não estava mais em turnês, devido a um ataque de pânico, durante uma viagem para a Austrália, o que lhe deu mais tempo para compor as canções deste.

Durante a gravação, devido ao número de canções tão íntimas e passionais como aquelas escritas, ele decidiu cantar a maioria das mesmas, sendo que outro membro que participou muito deste processo foi Mike Love, do qual Brian apreciava muito sua linha vocal. Após a gravação deste, eis que a gravadora ficou temerosa, achando que este disco seria um completo fiasco comercial, e que estava fadado ao fracasso. Mas o que aconteceu foi completamente o contrário, em que o mesmo alcançou o décimo lugar nas paradas, e ainda fisgou a crítica, que o aclamava como uma obra-prima. Algo que até Paul McCartney concordou na época, afirmando que era um de seus disco prediletos, e que era perfeito.



E ao colocar a bolacha pra rodar fica fácil de se entender o porque este, com canções grandiosas e trabalhadíssimas. "Wouldn't It Be Nice" é um dos melhores exemplos de como uma balada simples pode se tornar grandiosa e muito bem composta, e merece um destaque especial, pois consegue te cativar logo de cara. Das canções que eu gosto muito ainda indico "That's Not Me", a linda "Sloop John B", a espiritual "You Still Believe In Me". "God Only Knows" é uma das canções mais perfeitas que tive o privilégio de ouvir, e que deve ser ouvida pelo menos uma vez na vida por qualquer um que se diga amante de música de qualidade.

Um trabalho excepcional, e que geraria como resposta o disco que revolucionou a música pop, e sobre o qual falarei mais amanhã. Tanto que após este, Brian Wilson literalmente enlouqueceu ao tentar superar o mesmo. Um disco que está no nível do lendário e que merece realmente ser apreciado com toda a calma do mundo. Imperdível!



1.Wouldn't It Be Nice
2.You Still Believe In Me
3.That's Not Me
4.Don't Talk (Put Your Head On My Shoulder)
5.I'm Waiting For The Day
6.Let's Go Away for Awhile
7.Sloop John B
8.God Only Knows
9.I Know There's An Answer
10.Here Today
11.I Just Wasn't Made For These Times
12.Pet Sounds
13.Caroline, No

Brian Wilson - Vocais, Órgão, Piano
Mike Love - Vocais
Al Jardine - Vocais, tamborim
Bruce Johnston - Vocais
Carl Wilson - Vocais, Guitarra
Dennis Wilson - Vocais, Bateria

E mais uma centena de músicos convidados.



By Weschap Coverdale

9 comentários:

Anônimo disse...

http://www.mediafire.com/?r7tcxwrahymkkjk

Anônimo disse...

MUITO BOM! VLW!

Ricardo Brovin disse...

perfeito...parabéns!!!!

Anônimo disse...

Hahahaha!
"Os caiçaras fazendo som pra seus animais de estimação"

Muito bom!

Abraços Rocker!

Anônimo disse...

NOOOSSSSAAAA

um clássicao meu!
caraca, um dos melhores, orra, tava a procura dum bom site pra baixar esse disco

Valeu Weschap... vcs tao ficando cada vez melhores nos posts hein, orra velho

Yusef

Isaac disse...

Vou ouvir imediatamente pois todos os amantes do bom rock n' roll consideram um clássico. Mas tenho minhas dúvidas de que seja melhor que qualquer outra coisa que os Beatles tenham feito...
Valeu mais uma vez Combe!

Anônimo disse...

Esse é daqueles que não dá pra morrer sem ouvir antes.

Anônimo disse...

Muito bom, pet sounds e o mais especial dos albums dos beach boys, super classico.

HENRIQUE disse...

BEACH BOYS, SÓ ISSO É O SUFICIENTE, E COMBI DO IOMMI, NÃO DIGO AMSI NADA, ISSO TBÉM JÁ É O SUFICIENTE !!! MAIS UMA VEZ, VALEU !!! O ROCK'N'ROLL AGRADECE !!!